quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Raposa Serra do Sol - É hoje!

O STF retoma hoje o julgamento sobre a homologação da reserva Raposa Serra do Sol.


Pelos rumores, à revelia da Constituição e baseado em laudo antropológico comprovadamente FRAUDADO (leia aqui, aqui e aqui), tudo indica que o STF seguirá o voto do Min. Relator Ayres Britto e cederá aos interesses internacionais, homologando uma reserva onde nunca teve índio e ainda não tem e aprovar com ressalvas, sugerindo apenas que se reduza o tamanho da reserva, criando uma faixa livre na área das fronteiras do Brasil com a Venezuela e a Guiana.


Porém, ainda me resta uma gota de esperança, de que o STF faça um julgamento técnico e não político. É preciso acabar com essa situação, onde meia dúzia de comunistas entreguistas dentro da FUNAI, a serviço de ONGs, tenham o poder de anular DIREITOS individuais, Estaduais e Municipais, usando índios indiscutivelmente aculturados como massa de manobra, para desmembrar imensos territórios.





Para acompanhar pela internet, use os links abaixo:

Tv Justiça

Radio Justiça

Acompanhamento Processual da Pauta da Sessão Plenária


.

3 comentários:

eliel disse...

(Consumou-se outra fraude antropológica. Já não bastava a farsa Ianomâmi.)


Hoje consumou-se a picaretagem indigenista contra a nação brasileira. Depois de vermos o Estado Brasileiro chafundar-se na farsa Ianomâmi, agora é a vez de raposa Serra do Sol, uma fraude antropológica de grande dimensão confeccionada por picaretas brasileiros em conluio com ongs estrangeiras, notadamente o CIMI (Conselho Indigenista Missionário) e a ong Survival International.


Com 8 votos a favor da Picaretagem Indigenista, O Supremo Tribunal Federal cimentou de vez a profissão de fraudadores de laudos antropológicos, interventores estrangeiros na problemática indigenista, etc. Bem, em se tratando de Brasil, isto já era esperado. Em um país corrupto como nossa nação, esperar que ela seja honrada e defendida e que seus principios básicos (como a existência de uma só povo, "O Povo Brasileiro" e não "POVOS" como querem os canalhas do indigenismo internacional) seria esperar demais.


Consumou-se portanto a divisão étnica dentro do Brasil, objetivo arduamente perseguido pelos picaretas indigenistas internacionais, em conluio com traidores brasileiros.



O Plano Cortina de Fumaça


Mas, O Lulinha, inteligente como é, apressadamente criou um ruidoso Plano de Defesa Nacional. Pra quê? Poderiam perguntar os desavisados. Simples. Para desorientar os nossos pobres comandantes militares, que vivem à míngua de recursos orçamentários. Logo após o STF cimentar as regras que definem a profissão de "Picareta Indigenista" e a divisão étnica da nação brasileira, nosso terrível Lulinha "Paz e Amor" anuncia esbaforido um ruidoso Plano de Defesa Nacional (Dia 11), como se o Brasil está em vias de ser invadido por forças militares estrangeiras. Ha meu Deus!!! Será que estamos endo invadidos? Pra quê invadir um país deste, se aqui qualquer indivíduo com más intençôes contra a nação brasileira é bem assessorado pelo estado brasileiro, inclusive pela sua Suprema Corte de Justiça?

Não, O Brasil não está sendo invadido. Mas pra quê este Plano de Defesa Nacional? Este plano é uma simples "bomba" de desorientação, jogada contra os militares. Ele foi lançado apenas como um meio de calar a boca dos comandantes militares brasileiros, para que eles não lutem contra a sesseção étnica dentro de nossas fronteiras e a entrega de nosso patrimônio territorial à ingerência da ONU e demais organismos internacionais dedicados ao indigenismo. É por isto que será lançado um dia após o STF trair a nação brasileira, no caso de raposa Serra do Sol.




Bem, encerrando, fica aqui a minha desfiliação de minha terra natal - Brasil. Não dá mais para suportar o fato de ser brasileiro. Isto me envergonha. O fato de ter nascido em um país que acovarda-se diante das pressôes externas me enche de desespero. Acho que vou mudar para o sul do país e me auto-proclamar gaúcho. Pelo menos coragem é uma qualidade que é inerente a este nobre povo. O que falta em Brasília.

O BERRO da formiga ! disse...

Eliel, muito obrigado pelo comentário. Assino embaixo de ponta a ponta.

loke disse...

Muito legal esses índios de celular e computador, devem fazer compras no shopping e se fantasiam de índio pra ganhar dinheiro junto com as ongs. Nem são mais índios esses caras.