quarta-feira, 30 de janeiro de 2008

Equador rejeita a proposta de Chávez

Conforme publicado aqui, de acordo com Chávez, Lula concordou em formar um exército bolivariano para confrontar o "império". Contrário ao exemplo tupiniquim, o equador rejeitou a proposta do macaquito.

Ecuador se aparta de la propuesta de Chávez
QUITO (AFP)
Ecuador se excluirá de cualquier iniciativa que no siga su línea de paz y respeto a la autodeterminación de los pueblos, dijo este martes el ministro de Defensa, Wellington Sandoval, frente a la propuesta venezolana de articular las fuerzas armadas del ALBA.

"Nosotros tenemos que mantener nuestra tesis que siempre ha sido una tesis de paz y el respeto a la autodeterminación de los pueblos y en esa línea nos mantendremos", afirmó el funcionario a radio Democracia.

Sandoval fijó su posición al ser consultado sobre la propuesta del presidente Hugo Chávez de articular las fuerzas armadas de la Alternativa Bolivariana para las Américas (ALBA), que integran Cuba, Bolivia, Dominica y Venezuela.

El mandatario formuló el planteamiento subrayando que "el enemigo es el mismo" aludiendo a Estados Unidos.

Ecuador considera al gobierno de Chávez como uno de sus más estrechos aliados, pero se ha abstenido de sumarse al ALBA o de respaldar la propuesta de reconocer el carácter beligerante de las guerrillas colombianas.

"Debemos seguir nuestra política de siempre: somos un pueblo de paz y respetamos a la autodeterminación de los pueblos", insistió el ministro de Defensa.
Fonte: "El Carabobeño"

Mildred Camero: Chávez violó leyes al masticar hoja de coca

Mildred Camero: Chávez violó leyes al masticar hoja de coca Caracas (dpa) La ex jefa de la Comisión Nacional Antidrogas (ONA) de Venezuela Mildred Camero dijo este martes que el presidente Hugo Chávez promovió el consumo de sustancias ilícitas al masticar hojas de coca en público.

Camero indicó que lo hecho por el mandatario nacional durante la VI cumbre de jefes de Estado de la Alternativa Bolivariana para las Américas (ALBA) constituye una apología del delito e incitación al consumo de drogas.

"El presidente Chávez está violando la ley venezolana y las leyes internacionales, la Convención 61 y la Convención de Viena que se regula la materia prima de las drogas", indicó la experta.

La ex presidenta de la ONA sostuvo que en Venezuela hay debilidad de los controles de drogas y expresó que "hay mucha complicidad" de algunos órganos de seguridad del Estado.

"Hay mucha complicidad de algunos órganos de seguridad del Estado, vinculados a grupos de guerrilleros, insurgentes y traficantes de drogas. Hay una complicidad absoluta del lado venezolano, hay una permisividad. Hay mucho soborno, mucha corrupción", expresó Camero al canal de noticias "Globovisión".
Fonte: "El Carabobeño"

Conversa pra boi dormir

Conversa pra boi dormir. II
O Estadão confirma a solução apresentada no post abaixo, para controle dos cartões corporativos do Governo Lula, esta verdadeira festa com o dinheiro público: "A Receita Federal intensificou e ampliou seu programa de fiscalização em 2007 e autuou 521,6 mil contribuintes pessoas físicas e jurídicas, que terão de devolver R$ 108 bilhões aos cofres públicos, já computados o principal, a multa e os juros. O número de autuações cresceu 80% e o volume arrecadado, 42% ante 2006."

Vejam a eficiência que o Governo Lula tem quando é para devassar o bolso do contribuinte: "o secretário da Receita Federal, Jorge Rachid, afirmou que a fiscalização foi intensificada em todos os setores. Segundo ele, "foi fundamental" o uso da tecnologia no cruzamento de dados, o que permitiu a seleção dos contribuintes com maior potencial de sonegação".

Já temos, aí, o primeiro depoente para uma CPI dos Cartões do Lula. Chamem o Rachid e perguntem para ele em quantas horas ele pode oferecer uma devassa nas contas dos gastadores, usando os super computadores da Super Receita. A seleção dos contribuintes com maior potencial todo mundo sabe qual é: os usuários dos cartões.
Leia mais aqui.

Conversa pra boi dormir. I
As determinações do Governo Lula, vindas da Casa Civil, para que sejam investigados cartões corporativos de ministros é a maior prova de que ninguém controlava coisa nenhuma. Aqui vai uma sugestão: chamem a Receita Federal para fazer o trabalho. É mole, é coisa de minutos. Não é a Super Receita que cavoca cada notinha da declaração de renda das ditas pessoas físicas, onde nós, pobres pagadores de contas deste governo perdulário, nos incluímos? Não é ela que fiscaliza todos os gastos de cartões de crédito acima de R$ 5 mil mensais? Não é ela que controla o tempo todo as nossas movimentações bancárias? Que negócio é este de CGU? Chamem os fiscais do Imposto de Renda, com o apoio da Polícia Federal, e não venham com conversa para boi dormir. O assunto é criminal, não é administrativo.
Fonte: Coturno Noturno

Gastona e onipresente


A ministra da Promoção do "Conflito Racial", Matilde Ribeiro, continua dando o que falar. É surpreendente o que ela gasta com táxi (está num carro no Rio e ao mesmo tempo em Recife e São Paulo).

Num único dia de maio (23), por exemplo, em viagem ao Rio, a ministra lançou sete pagamentos para a locadora Localiza, no valor total de R$ 9.627. O que chama mais a atenção é que no mesmo dia ela fez um pagamento de R$ 909 para a Localiza do Recife (PE) e outros três em São Paulo - R$ 1.705 e R$ 724 para a Localiza e R$ 253 para o Hotel Pestana. (Continua).

Dona Matilde disse, há pouco tempo, que não é racismo o negro "se insurgir contra o branco". Não se insurja contra ela, viu, seu branquelo racista!

terça-feira, 29 de janeiro de 2008

A cabeça dele vale US$ 5 milhões


A revista Época traz uma entrevista com um dos líderes máximos das FARC, Luis Edgar Devia Silva, chefe da comissão de relações internacionais e comandante do bloco sul da guerrilha, na região da fronteira com o Equador.
Leia aqui

Uruguaio diz que participou de operação para matar Jango

video

Um homem que diz ser membro do serviço secreto uruguaio contou que espionou e gravou conversas de João Goulart nos anos 70. Ele disse que está à disposição do governo brasileiro para esclareer o caso.

Ele conta que, na década de 70, espionou e gravou conversas do ex-presidente João Goulart - exilado no Uruguai e na Argentina - e que o delegado Sergio Fleury, acusado de torturar e matar opositores políticos durante a ditadura militar [1964-1985], acertou detalhes da operação.

Fonte: G1

True Outspeak - Olavo de Carvalho - 28/01/2008

Hoje o Olavão pegou pesado... Parabéns Olavo!

segunda-feira, 28 de janeiro de 2008

Demencia Senil de Fidel Castro

Debate: José Pastore X Tarso Genro

A revista Digesto Econômico, editada há mais de 60 anos pela Associação Comercial de São Paulo (ACSP), em sua última edição (nº 445, novembro/dezembro de 2007), publicou um brilhante artigo do professor José Pastore, que teve enorme repercussão. Em seu texto, ele faz uma profunda análise das estratégias do PT para o aparelhamento do Estado e sua hegemonia no cenário político nacional, claramente baseadas nos ensinamentos do filósofo italiano Antonio Gramsci, inspiração para muitos dirigentes do PT.
O artigo do professor Pastore esgotou a Digesto e chegou ao conhecimento do ex-presidente do PT e atual ministro da Justiça, Tarso Genro, citado através de trechos de seus livros e discursos. Ele não só o elogiou como também disse ter dele “divergências de fundo”. E enviou um artigo-resposta com a sua visão da democracia e do socialismo petista, no qual propõe um novo contrato social.
Ambos os autores concordaram que seus textos fossem publicados nesta edição especial do Diário do Comércio e Digesto Econômico.
Alencar Burti
Leia o debate aqui

Digitais do Foro de São Paulo

Olavo de Carvalho
Diário do Comércio, 28 de janeiro de 2008

Nos documentos de fonte primária sobre o Foro de São Paulo, encontramos as seguintes informações:
1) Conforme afirmei desde o início, e contra todo o exército de achismos e desconversas, o Foro de São Paulo existe e é a coordenação estratégica do movimento comunista na América Latina (ver documento original em 3° Congresso do PT

e comentário em O Manifesto Comunista do PT; outro documento original em Discurso do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, no encerramento do Encontro de Governadores da Frente Norte do Mercosul e comentário em Saindo do armário).
2) Ao longo de seus dezessete anos e meio de atividade, não se observa nas atas de suas assembléias e grupos de trabalho a menor divergência, muito menos conflito sério, entre as centenas de facções de esquerda que o compõem. Todas as declarações finais foram assinadas pela unanimidade dos participantes (cf. transcrição das atas e assinaturas em "Atas do Foro de São Paulo"). Nenhuma das queixas e recriminações vociferadas pelos antipetistas de esquerda na mídia que eles mesmos chamam de direitista e burguesa foi jamais levada às discussões internas do Foro, o que prova que a esquerda latino-americana permanece unida por baixo de suas divergências de superfície, por mais que estas impressionem a platéia ingênua.
3) As ações do Foro prolongam-se muito além daquilo que consta das atas. Segundo confissão explícita do sr. presidente da República, os encontros da entidade são ocasião de conversações secretas que resultam em decisões estratégicas de grande alcance, como, por exemplo, a articulação internacional que consolidou o poder de Hugo Chávez na Venezuela (ver o documento oficial em "Discurso do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, no ato político de celebração aos 15 anos do Foro de São Paulo" e comentário em Lula, réu confesso"). Estas decisões e sua implementação prática subentendem uma unidade estratégica e tática ainda mais efetiva do que aquela que transparece nas atas.
4) Segundo as Farc, a criação desse mecanismo coordenador salvou da extinção o movimento comunista latino-americano e foi diretamente responsável pela ascensão dos partidos de esquerda ao poder em várias nações do continente. (ver Comissão Internacional das Farc, “Saudação à Mesa Diretora do Foro de São Paulo, 16 de janeiro de 2007”, significativamente já retirado do ar, mas recuperável em http://web.archive.org/web/20070310215800/www.farcep.org/?node=2,2513,1).
5) As declarações de solidariedade mútua firmadas no Foro de São Paulo entre partidos legais e organizações criminosas (ver por exemplo X Foro de São Paulo, “Resolução de Condenação ao Plano Colômbia e de Apoio ao Povo Colombiano”) não ficaram no papel, mas traduziram-se em ações políticas em que as entidades legais eram instantaneamente mobilizadas para proteger e libertar os agentes das Farc e do Mir presos pelas autoridades locais (explicarei isto melhor, com os documentos respectivos, num próximo artigo).
Na pesquisa histórica, na investigação policial, nos processos judiciais, na ciência política ou em qualquer discussão pública que se pretenda mais séria do que propaganda eleitoral ou conversa de botequim, o princípio mais elementar e incontornável é que os documentos de fonte primária são a autoridade absoluta, o critério último de arbitragem entre as hipóteses e opiniões.
Trinta anos de definhamento intelectual sem precedentes no mundo civilizado tornaram esse princípio inacessível e incompreensível às mentes dos formadores de opinião neste país, principalmente aqueles que a mídia considera mais respeitáveis e dignos de ser ouvidos.
A idéia mesma de “prova”, sem a qual não existe justiça, nem ciência, nem honestidade, nem muito menos a possibilidade da ação racionalmente conduzida, desapareceu do horizonte de consciência desses indivíduos, que se rebaixaram assim à condição de criancinhas mentirosas, apegadas a sonsos jogos de palavras para fazer desaparecer por mágica os fatos que as desagradam ou que por outro motivo qualquer desejam ocultar.
Não digo apenas que se tornaram desonestos: abdicaram por completo da capacidade de distinguir o honesto do desonesto, o certo do errado, o verdadeiro do falso. Uns fizeram isso por sacrifício voluntário no altar de suas crenças políticas, outros por presunção vaidosa, outros por comodismo, outros por mera covardia.
Confiado neles, o Brasil cometeu suicídio intelectual, tornando-se um país incapaz de acompanhar sua própria história presente com aquele mínimo de consciência alerta cuja presença distingue a vigília do sono.
Jamais, na história da mídia mundial, tantos traíram ao mesmo tempo sua missão de investigar e informar.
Fonte: Olavo de Carvalho

Chávez informa que Lula quer exército bolivariano.



Citando Lula, textualmente, Chávez diz que o Presidente do Brasil concorda em formar um Conselho de Defesa e, em conseqüência, um exército bolivariano para confrontar o inimigo comum: o "império", os Estados Unidos da América. Vamos ver se o Itamaraty, este aparelho comandado por trotskistas, vai se manifestar e advertir o protoditador mascador de coca. Assista o vídeo.
Fonte: Coturno Noturno

domingo, 27 de janeiro de 2008

Risco de Repressão ao Jornalismo na Internet

Por Jorge Serrão
A mentalidade obscura e autoritária de alguns políticos que raciocinam com o intestino pode produzir mais um instrumento pseudo-legal, inconstitucional e coercitivo contra a liberdade de expressão jornalística na Internet. Aguarda votação na Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática (CCT) do Senado um projeto perfeito para garantir a mordaça à imprensa no combate ao Governo do Crime Organizado – definido como a associação sistêmica, para fins delitivos, entre membros dos três poderes do Estado, as classes política e empresarial e criminosos de toda espécie.
A suposta “boa intenção” do PLS 398/07, “idealizado” pelo senador Expedito Júnior (PR-RO), é reprimir “sites criados por pseudo-jornalistas com o objetivo de caluniar, difamar ou injuriar autoridades públicas e personalidades e assim destruir a reputação dessas pessoas. O projeto propõe alterações no Código Penal (Decreto-Lei 2.848/40). Com a mudança, o crime praticado por meio de sites ou de mensagens eletrônicas difundidas pela internet terá pena aumentada em um terço (em relação às demais penalidades determinadas no capítulo que trata dos crimes contra a honra). Ou seja, o projeto defende detenção de seis meses a dois anos e multa para quem cometer crime de calúnia, detenção de três meses a um ano e multa para difamação, detenção de um a seis meses ou multa para injúria. O projeto aproveita que o Código Penal já prevê aumento em um terço dessas penas quando o crime é praticado contra chefes de governo, contra funcionário público em razão de suas funções, na presença de várias pessoas ou por meio que facilite a divulgação da calúnia, difamação ou injúria ou ainda contra maiores de 60 anos ou portadores de deficiência. A pena é ainda maior - o dobro - quando o crime é cometido mediante pagamento.
O projeto propõe também alterações no Código de Processo Penal (Decreto-Lei 3.689/41) para estabelecer que a autoridade policial deverá, assim que for comunicada a respeito de um crime dessa natureza, acessar o site indicado e imprimir o material ofensivo, que deverá servir de prova na ação penal.
Na defesa de seu projeto, o senador Expedito Júnior argumenta que "as repercussões sobre a honra, subjetiva e objetiva, são inquestionáveis, na medida em que milhares de pessoas podem acessar as informações caluniosas ou difamantes e retransmiti-las, em uma cadeia sem fim".
O hediondo projeto já conta com parecer favorável do relator, senador Eduardo Azeredo, o senador do PSDB-MG é um dos muito magoados com a Internet, onde foi duramente atacado depois de foi apontado como suspeito de ligação com o chamado “mensalão mineiro”. Após ser analisado pela CCT, o projeto seguirá para votação em decisão terminativa na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ). Tal projeto se complementa com a proposta de controle da difusão de informações via Internet, via criação de um cadastro nacional de e-mails, defendida pelos stalinistas do atual desgoverno.
A “boa intenção” do projeto é um ato institucional direto contra a Constituição que a corrupta classe política rasga a todo instante. Nosso texto constitucional (ainda em vigor, até prova em contrário), em seu Capítulo V (Da Comunicação Social) deixa claro em seu Art. 220.
“A manifestação do pensamento, a criação, a expressão e a informação, sob qualquer forma, processo ou veículo não sofrerão qualquer restrição, observado o disposto nesta Constituição.
No § 1º, está escrito: Nenhuma lei conterá dispositivo que possa constituir embaraço à plena liberdade de informação jornalística em qualquer veículo de comunicação social, observado o disposto no art. 5º, IV, V, X, XIII e XIV.
No § 2º: É vedada toda e qualquer censura de natureza política, ideológica e artística”.
O artigo V está tão bem escrito que até um analfabeto político consegue ler.
IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;
V - é assegurado o direito de resposta, proporcional ao agravo, além da indenização por dano material, moral ou à imagem;
IX - é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença;
X - são invioláveis a intimidade, a vida privada, a honra e a imagem das pessoas, assegurado o direito a indenização pelo dano material ou moral decorrente de sua violação;
XIII - é livre o exercício de qualquer trabalho, ofício ou profissão, atendidas as qualificações profissionais que a lei estabelecer;
XIV - é assegurado a todos o acesso à informação e resguardado o sigilo da fonte, quando necessário ao exercício profissional.
E fim de papo.
Por sorte, já existe jurisprudência no Supremo Tribunal Federal (que é o guardião da Constituição) para assegurar, ao menos, a liberdade de imprensa (não confundir com a liberdade de expressão). Assim decidiu o ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal, em 22 de agosto de 2005: "A liberdade de imprensa, enquanto projeção da liberdade de manifestação de pensamento e de comunicação, reveste-se de conteúdo abrangente, por compreender, dentre outras prerrogativas relevantes que lhe são inerentes,
(a) o direito de informar,
(b) o direito de buscar a informação,
(c) o direito de opinar e
(d) o direito de criticar".
No Brasil, os aqueles que se acham poderosos e acima do Bem e do Mal insistem em agir contra a liberdade de informação e de expressão, impondo à imprensa censuras diretas ou veladas ou criando coerções pseudo-legais para reprimir e restringir a atividade jornalística. Políticos, magistrados, promotores, policiais, religiosos, empresários, donos de veículos de comunicação e outros sujeitos menos votados, inclusive alguns jornalistas idiotas ou bem remunerados, nenhum deles têm o direito legítimo e positivo de assassinar a liberdade de informação ou de expressão, sob qualquer pretexto.
Cabe indagar: O que o “bem intencionado” senador entende por “pseudo-jornalismo”? Na defesa do projeto, ele não define tal conceito subjetivo e impreciso. Também é preciso perguntar: Será que os “companheiros” da Fenaj (Federação Nacional de Jornalistas) vão gritar contra o PLS 398/07? Vão ficar com “medinho”? Ou permanecerão acomodados, omissos e caladinhos, porque tal projeto de censura e repressão jornalística interessa para acobertar os eventuais crimes dos “companheiros” no atual desgoverno da República Sindicalista?
Pouco importa qual a decisão dos sindicalistas. A sociedade brasileira não pode aceitar mais essa “lei” que pretende subjugar o Jornalismo via Internet. Espera-se que o Senado da República, onde ainda existem políticos comprometidos com o ideal democrático, rejeite tal proposta obscura. É só lembrar que a Constituição existe e ainda está em vigor. Fácil, né?
O Alerta Total , cujo editor-chefe pratica diariamente jornalismo há 25 anos, repudia e lança uma campanha de combate, na trincheira da Internet, para que o projeto PLS 398/07 retorne ao intestino do democrático político que o concebeu e só saia de lá diretamente para o vaso sanitário mais próximo. Político que defende tal projeto merece o esgoto da História!
Defenda já sua Liberdade de Expressão!.
Este sagrado direito - é bom repetir sempre – quem exerce é você. E mais ninguém! Faça sua parte. Proteste contra mais este entulho autoritário em gestação. Antes que seja tarde demais.
Jorge Serrão em Alerta Total

Venezuela y Colombia mueven tropas en un ambiente “pre-bélico”



Las declaraciones de ayer de Hugo Chávez están creando, según diversos analistas, una situación “pre-bélica” entre Colombia y Venezuela. El Nuevo Herald reporta hoy en un análisis del tema que se han obtenido reportes de movilizaciones preventivas de tropas hacia zonas fronterizas.
Todo ello coincide con ejercicios militares de la Fuerza Armada venezolana y de movimientos colombianos anunciados hoy por Uribe.

En una escalada sin precedentes en la relación bilateral de los últimos años, el presidente Hugo Chávez acusó ayer al gobierno de Colombia de ”estar fraguando una provocación bélica contra Venezuela”, presuntamente instigada por el gobierno de Estados Unidos, lo que según analistas está creando una situación “pre-bélica”. El Nuevo Herald publica hoy un análisis sobre el caso.
Las declaraciones del mandatario venezolano encendieron las alarmas en sectores militares y civiles de Venezuela y Colombia, mientras se producían reportes de movilizaciones preventivas de tropas hacia zonas fronterizas.
“Yo acuso al gobierno de Colombia de estar fraguando una conspiración, actuando como peón del imperio norteamericano, de estar fraguando una provocación bélica contra Venezuela”, declaró Chávez durante una conferencia que ofreció acompañado por el presidente de Nicaragua, Daniel Ortega.
El mandatario venezolano acusó a Estados Unidos de ser el instigador de la ”agresión militar”, y anticipó que si se produce un conflicto bélico, “el petróleo llegaría como a 300 dólares”. ”Aquí tendrán que pasar sobre nuestros cadáveres, los invasores”, advirtió Chávez.
El jefe de Estado basó su denuncia en fuentes de inteligencia venezolana y de otros países, así como en las visitas de tres altos funcionarios norteamericanos a Colombia en las últimas semanas, entre ellos la secretaria de Estado Condoleezza Rice y el jefe del comando sur, general James Stadrivis.
“Yo quiero alertar al mundo: no se le vaya a ocurrir al gobierno de Colombia una provocación contra Venezuela … porque tenemos información de inteligencia, no sólo las nuestras, sino también de otros países de América Latina nos han hecho llegar preocupaciones, porque la visita de Condoleezza Rice a Colombia, eso no es casual”.
El portavoz de la presidencia colombiana, César Velásquez, se abstuvo de reaccionar a las palabras de Chávez.
La denuncia se produjo en medio de una de las peores crisis entre los gobiernos de Venezuela y Colombia.
La denuncia coincide además con el inicio a principios de esta semana de la Operación Caribe 01, una serie de ejercicios de guerra convencional del ejército venezolano que se prolongarán hasta el próximo 3 de febrero.
Unos 3,000 efectivos de la Fuerza Armada Nacional (FAN) concluyeron ayer la primera etapa de la operación, que incluyó movilizaciones de aeronaves de ataque, tanques pesados y ligeros, helicópteros y abundante munición, entre ellos obuses de 155 milímetros, según un reporte de la Agencia Bolivariana de Noticias.
Los ejercicios tienen como objetivo que ”el pueblo venezolano esté consciente y tranquilo de que tiene una Fuerza Armada Nacional bolivariana, que a la hora de cualquier conflicto, estará presente, eficiente y eficazmente”, afirmó el jueves el general Cliver Alcalá Cordones, comandante de la Guarnición de Valencia, en el centro del pais, que participó en los ejercicios.
Las declaraciones de Chávez generaron preocupación en sectores militares y civiles de Venezuela y Colombia, según una consulta realizada por El Nuevo Herald.
”Me parece que esto está llegando a unos niveles casi inmanejables”, dijo Rafael Pardo Rueda, ex ministro de Defensa de Colombia. “Esto tiene el gran peligro de que en una frontera tan grande (de unas 1,300 millas) cualquier incidente no intencional puede generar una situación pre-conflicto muy complicada”.
”Esta es una escalada de tensiones muy preocupante”, dijo por su parte el vicealmirante Rafael Huizi Clavier, ex inspector general de la Fuerza Armada en Venezuela. Huizi Clavier dijo que en un escenario en el que Chávez ha venido sufriendo derrotas políticas sistemáticas, y en medio de una situación social muy negativa en Venezuela, “cualquier provocación puede llevarlo a cometer una irresponsabilidad y meter a Venezuela en un conflicto bélico que va a ser una tragedia para el país”.
El general Harold Bedoya Pizarro, ex comandante de las Fuerzas Militares de Colombia, afirmó que ”todo indica que va a haber una agresión de Venezuela”, en la que “está metida seguramente Cuba”. ”Venezuela está muy bien armada, pueden hacer una agresión a Colombia y la cosa es gravísima”, subrayó Bedoya Pizarro.
Rafael Guarín, experto en seguridad de la Universidad de Los Andes, en Bogotá, sostuvo que “Chávez hace todo lo posible por confirmar los señalamientos que indican que estaría dispuesto a emplear sus recursos militares con tal de expandir la revolución bolivariana”. El aparente descontento que existe entre los militares venezolanos por las políticas de apoyo a la guerrilla colombiana por parte del presidente Chávez, podría sin embargo generar problemas adicionales.
”La diplomacia pendenciera de Chávez ha encontrado una gran resistencia en las fuerzas armadas de Venezuela”, dijo Orlando Ochoa Terán, analista de seguridad y defensa basado en Nueva York.
Ochoa recordó que el detonante de la crisis de abril del 2002, en la que el presidente Chávez fue sacado momentáneamente del poder, fue la decisión de la Fuerza Armada de no acatar la orden del mandatario para contener una manifestación popular que se dirigía hacia Miraflores, sede de la presidencia en Venezuela.
”Existe un alto riesgo de que la FAN no acate una orden de iniciar un conflicto bélico con Colombia”, argumentó Ochoa.


A moral das FARC começa a cair!

Enquanto as FARC planejam um novo lote de libertação de sequestrados, o Exército de Libertação Nacional (ELN), segunda força guerrilheira da Colombia, diz que libertará hoje (domingo) nove reféns em uma região do suroeste do país.


videoA rede de televisão Colombiana RCN notíciou que Pedro Antonio Marín, vulgo Manuel Marulanda, o todo poderoso das Farc, está com câncer, e que isso vem criando uma disputa interna pelo comando das FARC entre Jorge Briceño, Alfonso Cano e Joaquín Gómez. As autoridades colombianas enxergam nessa disputa de poder “uma oportunidade estratégica para derrotar as guerrilhas”. A RCN afirma qua a noticia veio do Correio Braziliense e que baseia-se em documentos da Agencia Brasileira de Inteligencia
(Abim).

É importante lembrar que, segundo diversas fontes colombianas, entre elas Fernando Londoño, Marulanda já faleceu.

Em meio a isso, conforme publicado aqui, 600 guerrilheiros presos não querem nem pensar em voltar para as FARC e a deserção de combatentes já atinge cerca de seis guerrilheiros por dia.


videoE o presidente Álvaro Uribe ordenou às Forças Armadas que localizem e cerquem os esconderijos dos narcotraficantes das Farc, para então chamar os representantes da comunidade internacional para definir uma estratégia humanitária que permita a libertação dos sequestrados.


E lembrando...
Dia 04 de Fevereiro acontecerá a Grande Marcha Mundial contra as FARC, "UM MILHÃO DE VOZES CONTRA AS FARC".

No Rio de Janeiro, será na Praia do Arpoador, ao meio dia. A coordenação é de Monica Biviana Calderon Guzman nomasfarcriodjaneiro@gmail.com

Em Sao Paulo, será na Avenida Paulista em frente ao MASP. A Coordenação é de Andrea Carolina Novoa Arciniegas nomasfarcsaopaulo@gmail.com

Recomendações:Ir com algumas roupas brancas, bandeiras da Colombia, bandeiras brancas e flores

sexta-feira, 25 de janeiro de 2008

Anti-doping em Chávez !!!

Conforme publicado aqui, na matéria da Graça Salgueiro, em seu discurso na Assembléia Nacional, Chávez confessou publicamente:

“Eu mastigo coca todos os dias de manhã e vejam como estou. Evo me manda pasta de coca; eu lhes recomendo”.

video

Agora a oposição venezuelana, que acredita ter encontrado o segredo dos prolongados discursos e das extensas viagens internacionais de Hugo Chávez - "dopar-se" com folhas de coca - pediu à promotoria que o acuse de apologia ao consumo de drogas, e exigiram que ele se submeta a um exame toxicológico.

Marinho dá aposentadoria a invasor de terra

JULIANNA SOFIA - DA SUCURSAL DE BRASÍLIA
Parecer do Ministério da Previdência diz que sem-terra podem contar tempo de trabalho em áreas invadidas para se aposentar. Pasta considera que "não cabe ao INSS proteger a propriedade alheia, senão seus próprios bens'; tese é contestada por advogado. Parecer da Consultoria Jurídica do Ministério da Previdência aprovado pelo ministro Luiz Marinho passou a garantir cobertura previdenciária a invasores de terra que estejam trabalhando em área invadida, incluindo terras públicas. Eles podem usar o tempo de atividade rural para se aposentar.
O parecer é uma resposta à polêmica que se instaurou no ministério sobre trabalhadores que exercem atividades agrárias em terras às margens de rodovias, que são públicas. O caso foi registrado pela gerência do Instituto Nacional do Seguro Social, em Teófilo Otoni (MG).
A Procuradoria Federal Especializada do INSS diz que os "posseiros" podem ser enquadrados na Previdência porque a questão da titulação da terra é "irrelevante", mas a Diretoria de Benefícios da autarquia questionou essa tese, pois ela levaria o Estado a reconhecer "direitos previdenciários de quem exerce atividades ilegais em propriedades alheias, em afronta ao direito de propriedade ou estimulando a ocupação ilegal de terras públicas".
O caso foi levado à Consultoria Jurídica. O parecer diz que a "inexistência de titulação da terra ou a eventual irregularidade na ocupação não afasta, por si só, a caracterização do trabalhador rural como segurado especial". Segurado especial é o trabalhador rural que exerce atividade agrária individualmente ou em regime de economia familiar.

Para obter a aposentadoria -de um salário mínimo-, basta completar 60/55 anos (homem/mulher) e cumprir prazo de carência no exercício da atividade rural.
Hoje o prazo é de 13,5 anos para os filiados à Previdência antes de 1991, e 15 anos para os inscritos depois. O segurado especial não precisa recolher para o INSS para se aposentar. Se comercializar a produção, tem de pagar contribuição ao INSS.
Segundo o Ministério da Previdência, o parecer da Consultoria vai orientar a concessão de benefícios. Procurado pela Folha, o MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra) não quis se manifestar.

Para a Consultoria Jurídica, a irregularidade na ocupação "não contamina" a relação previdenciária, pois o que define o segurado especial é o fato de produzir bens rurais. Em nenhum dispositivo legal é exigida a legitimação da terra usada na produção. A titularidade seria apenas um dos meios para comprovar a atividade rural.
Para o ministério, a Previdência não tem competência legal para reconhecer ou não a legitimidade na posse da terra: "Não cabe ao INSS proteger a propriedade alheia, senão seus próprios bens", diz o parecer.
Na avaliação do advogado Amauri Mascaro Nascimento, o parecer "é um pouco forçado e assistencialista": "Se o governo quiser conceder a essas pessoas benefício assistencial, não há problema. Mas não pode fazer isso pela Previdência".

FOLHA ONLINE

Unos 600 guerrilleros presos no quieren volver a la selva

BOGOTÁ, ene. 24 (UPI) -- Las autoridades dijeron que cerca de 600 guerrilleros presos de las FARC le dijeron al secretariado de ese grupo armado ilegal, que no volverán a la selva.

Raúl Agudelo, alias Olivo Saldaña, desmovilizado de las FARC y detenido en la cárcel de La Picota, afirmó a través de un video de la autoridad penitenciaria, el Inpec, que las FARC tienen un proceso de degradación interna en el que se ve claramente la financiación de sus actividades con el narcotráfico y el secuestro.

Agregó que por eso le dicen a las FARC que no cuenten con ellos para un acuerdo humanitario y le exigen liberar a los secuestrados. Afirmó que los presos de las FARC reciben un buen trato en las cárceles, tienen derecho a la salud y la reinserción entre otros, caso contrario a la situación de los secuestrados.

El Inpec también mostró a los medios de comunicación dos entrevistas más, una de esas con el desmovilizado de las Autodefensas Diego Vecino, quien afirmó que él también estuvo secuestrado dos veces, "pero jamás podría compararse ese atroz e inhumano crimen del secuestro", con el trato en las cárceles del país.
United Press International, Inc.

quinta-feira, 24 de janeiro de 2008

Mais um socialista detona Chávez.

video
José Luis Rodríguez Zapatero, presidente da Espanha, garantiu hoje "respaldo incondicional"ao presidente colombiano Álvaro Uribe, ao recebê-lo no Palácio de Moncloa, onde firmaram um Acordo de Associação Estratégica. Zapatero apóia uma imediata missão médica para verificar a saúde dos reféns em poder das FARC, pela Cruz Vermelha, além da mediação da Igreja Católica para a troca humanitária.
Além disso, Uribe retorna para seu país com apoio da União Européia, que manteve o status de "terrorista" para as FARC.
Já pelo lado do protoditador Hugo Chávez, o bufão está entrando com uma representação junto à bolivariana e aparelhada OEA, Organização dos Estados Americanos, pedindo censura aos Estados Unidos, que disse que a Venezuela tem facilitado o tráfico de cocaína, fechando os olhos para a narcoguerrilha.
Fonte: Coturno Noturno

EEUU invita otra vez a Venezuela a ir al diálogo

NESTOR IKEDA / AP
WASHINGTON
El subsecretario de Estado Thomas A. Shannon volvió a extender ayer una invitación al presidente venezolano Hugo Chávez para dialogar con Estados Unidos sobre un trabajo común en ''áreas específicas'' de las relaciones bilaterales, en particular el tráfico de drogas.
Chávez ha rechazado ya esa invitación en el pasado y, en el campo de las drogas, respondido más bien con un corte de la cooperación venezolana con la DEA, la división antidrogas de Estados Unidos.
''Nuestras relaciones con Venezuela han pasado por un período difícil'', dijo Shannon. ``Sin embargo, hemos dado indicios de una apertura en esas relaciones, una apertura para centrarnos en áreas específicas en las cuales pensamos que nuestras relaciones pueden mejorar''.
Shannon dijo que una de las áreas ''muy importantes'' que quería mejorar con Venezuela era la lucha antidrogas, que debe ser librada en forma ``transnacional y no país por país''.
Indicó que con ese criterio, el presidente George W. Bush planteó a fines del año pasado la Iniciativa Mérida, un programa de $1,400 millones para México y siete países centroamericanos que permitiría completar esfuerzos regionales con Colombia y el Caribe.
''Pero, lamentablemente no tenemos un plan estratégico con Venezuela'', declaró, ``Quisiéramos tenerlo''.
Un periodista colombiano le hizo notar a Shannon que su posición de apertura al diálogo hacia Chávez --luego que éste pidiera reconocimiento político para la guerrilla colombiana y circularan versiones de su apoyo bélico a las Fuerzas Armadas Revolucionarias de Colombia--, parecía contradecir la política de Estados Unidos de censurar a gobiernos que abiertamente apoyan a grupos calificados por Washington como terroristas.
Shannon dijo que Estados Unidos seguía reconociendo la condición de terrorista a las FARC, como lo han hecho de manera ''correcta'' otros países y regiones como la Unión Europea, y que el presidente colombiano Alvaro Uribe ''está desarrollando las estrategias apropiadas'' para combatirlas.
''Históricamente, las regiones orientales de Venezuela y Colombia han sido difíciles de controlar'', dijo.
Los dos países reconocen que en esa frontera hay todo tipo de tráfico y autoridades corruptas, pero ''en este momento no hay nada que indique que (el tráfico de armas) sea el resultado de una política del gobierno venezolano'' y que parece más bien que ''se trata de contrabando'', dijo.
El jefe de las políticas antidrogas de la Casa Blanca, John Walters, dijo en Bogotá que Chávez se estaba ``convirtiendo en un gran facilitador del tráfico de cocaína a Europa y otras partes del hemisferio''.
Fonte: Cuba Libre

PT, o partido dos ricos

Olavo de Carvalho
Diário do Comércio, 21 de janeiro de 2008

O PT não é um partido ladrão porque abandonou seus altos ideais e se corrompeu ao contato com a maldita direita. Para que a direita o corrompesse seria preciso que ela fosse mais corrupta do que ele, e é só comparar a lista de escândalos dos governos respectivos para ver que o próprio P. C. Farias teria muito a aprender com os Dirceus e Berzoinis. O PT é um partido ladrão porque é um partido revolucionário, filiado a uma tradição de amoralismo maquiavélico que pelo menos desde a Revolução Francesa, com intensidade crescente desde a Primeira Internacional de 1864 e mais ainda desde a fundação do Partido Socialdemocrata de Lênin, sempre achou que era de seu direito, e até da sua obrigação, financiar a si próprio por meio de assaltos, de seqüestros, de extorsões, de desvio de dinheiro público, bem como de uma infinidade de negócios capitalistas legais e ilegais, cujo volume total faria inveja a seus mais reacionários inimigos burgueses.
Estudem a vida de Lênin e confirmarão o que estou dizendo. O volume do capital que o financiava, sem contar a ajuda de governos estrangeiros, era tal que, se aplicado em atividades produtivas, teria feito dele uma espécie de J. P. Morgan – com o detalhe significativo de que as contribuições de J. P. Morgan engrossavam aquele capital junto com o dinheiro dos assaltos comandados por Stálin. Revoluções custam caro. O revolucionário Parvus, que enriqueceu com mil e um negócios na Turquia, já ensinava em 1914: “A melhor maneira de derrubar o capitalismo é nós mesmos nos tornarmos capitalistas.” Não foi o Lulinha quem descobriu essa fórmula. Rosa Luxemburgo e Karl Liebknecht riram dela e acabaram derrotados. Lênin, o vitorioso, ouviu-a com reverência e gratidão da boca de seu gerente financeiro na Suíça, Jacob Hanecki, a quem depois da Revolução premiaria com o cargo de Comissário do Povo para as Finanças. Leiam Lenin in Zurich , de Alexander Solzhenitsyn (London, Farrar, Straus & Giroux, 1975). A revolução socialista consiste na simples transfiguração de uma elite ativista proprietária de boa parte do capital em senhora absoluta de todo o capital. Sempre foi assim, e com a esquerda nacional não é diferente. O mensalão não foi um pecado temporão cometido por almas santas no último minuto antes da ascensão aos céus. Foi a execução lenta e metódica de planos traçados desde o começo da década de 90 -- contemporâneos à criação do Foro de São Paulo --, já denunciados então por César Benjamin, algo como uma versão “los macaquitos” de Karl Liebknecht, à qual, como a este último, a História e o distinto público deixaram falando sozinha.
Tomem, por exemplo, a forma mais simples e bruta do capital – a posse da terra – e façam a conta de tudo o que a militância organizada, com o auxílio deste governo e dos anteriores, vem amealhando ao longo dos últimos anos. Somem a extensão das propriedades do MST com as reservas indígenas, com os quilombos (ou ditos tais) em vias de desapropriação, com os imóveis estatais e privados já transferidos a ONGs ativistas, com as áreas sob domínio das Farc diretamente ou através de seus prepostos locais – e verão que nunca houve, neste país, um patrimônio imobiliário comparável. Nem incluo aí o patrimônio financeiro – as verbas estatais que jorram sobre as organizações esquerdistas, as participações acionárias em mil e uma empresas, as contribuições internacionais impossíveis de calcular e, last not least , os lucros do narcotráfico. Os ricos não serão destruídos pelos pobres. Serão destruídos pelos mais ricos.
No fundo, o cinismo lulista é até mais respeitável do que o moralismo posado de seus críticos de esquerda, postiço até o desespero, macaqueação tardia do mesmo discurso enganoso que levou o PT às supremas glórias eleitorais. O que o antilulismo de esquerda nos promete, na hipótese viabilíssima de sua ascensão ao poder, são prodígios de ladroagem que farão Dirceu e Berzoini parecerem São Cosme e São Damião. No ato mesmo em que explicam a corrupção petista como traição aos ideais revolucionários, os santarrões do PSOL e do PSTU se desmascaram a si próprios com uma eloqüência quase sublime: Quem pode acreditar em patifes que prometem fazer a revolução marxista sem descumprir em nada os ditames da moral burguesa?
Ademais, por que alardeiam suas denúncias na Rede Globo, na Folha , no Estadão – naquela mesma mídia a que chamam reacionária e imperialista – antes de haver sequer tentado discuti-las discretamente no Foro de São Paulo, a instância máxima do esquerdismo continental? Roupa suja se lava em casa, e quando alguém o faz em público antes de haver nem mesmo tocado no assunto em família, é porque está tramando alguma. Imaginem um soi disant dissidente soviético que, nos anos 60, saísse berrando contra o comunismo na Voz da América ou Rádio Europa Livre, ao mesmo tempo que conservasse seu cargo e suas boas relações no Politburo ou na KGB. É exatamente a mesma coisa. Se a esquerda está dividida entre os corruptos e os honestos, a divisão deveria aparecer primeiro nos seus debates internos – só depois ante os inimigos, se chegasse a tanto. O inverso é prova clara de que se trata de pura encenação, de que por trás a família continua unida e coesa, tramando para ludibriar uma vez mais a multidão dos trouxas. Não há cisão na esquerda: há apenas uma natural divisão de trabalho – uns amealham dinheiro e poder à custa de enfeiar a imagem do esquerdismo, outros embelezam a imagem consentindo devotadamente em adiar o recebimento da sua quota de dinheiro e poder. Sempre foi assim. O movimento revolucionário limpa-se na sua própria sujeira, engorda alimentando-se do seu próprio cocô.
O hábito de salvar o prestígio do esquerdismo no ato mesmo de denunciar os seus crimes já está tão arraigado nas rotinas mentais da classe falante, que aparece até mesmo nos lugares que se julgariam, à primeira vista, os mais inusitados. Falando dos reféns em poder da narcoguerrilha colombiana, escreve a Veja desta semana – sim, Veja , nominalmente o spalla da orquestra antipetista:
“A organização que mantém cerca de oitocentas pessoas em seu poder, conhecida pela sigla Farc, não é formada por guerrilheiros marxistas , como repete a denominação usual (grifo meu). Nem Marx endossaria as barbáries cometidas pelas Farc, que se originaram numa querra civil ocorrida na Colômbia e depois tiveram inspiração esquerdista, mas há muito tempo degeneraram em uma espécie de seita de fanáticos que vive à custa do tráfico de cocaína.”
Desde logo, é falso que Marx não endossaria essas violências e outras piores, de vez que contemplava como exigência normal e desejável do processo revolucionário a extinção sumária de povos inteiros. Em segundo lugar, o narcotráfico das Farc é micharia perto do que foi feito na China por Mao Dzedong, a quem ninguém jamais acusou de ser infiel às tradições marxistas. Em terceiro lugar, o comércio latino-americano de drogas foi na sua parte mais substantiva uma criação da KGB, que se empenhou nisso desde os anos 50 (v. o depoimento do general tcheco Jan Sejna – um participante direto da operação – em Christopher Story , Red Cocaine. The Drugging of America and the West , London, Edward Harle, 2nd. Ed., 1999). Devemos crer que o governo soviético, Mao Dzedong e o próprio Marx não representam o autêntico espírito do marxismo, cujo único porta-voz autorizado é o redator de Veja ? Este aliás se trai miseravelmente ao dizer que, de esquerdistas genuínos, os militantes das Farc se trasnformaram numa “seita de fanáticos”. Se dissesse que se transformaram em aproveitadores sem fé nenhuma, talvez enganasse melhor. Mas “fanáticos”? Fanáticos do quê? Do espiritismo? Do vegetarianismo? Da Seicho-No-Iê? Fanáticos jogadores de futebol-de-botão? Fanáticos admiradores da Ana Paula Arósio? Fanáticos, por definição, acreditam em alguma coisa, e em que acreditam os homens das Farc, senão no bom e velho marxismo de sempre? Fanáticos marxistas, sim, é o que são, ontem como hoje. Se não o fossem, não seriam aceitos e celebrados como representantes fidedignos do marxismo no templo mesmo da revolução comunista, o Foro de São Paulo. Ou será que Veja tem mais autoridade do que o Foro de São Paulo para julgar a ortodoxia comunista dos outros?
Mais abusadamente ainda, Marcelo Otávio Dantas, no artigo “Messianismo e o credo petista” (Folha de S. Paulo), querendo contrastar o PT corrupto de hoje com o PT puríssimo de outrora, diz que a mentalidade do partido “converteu-se, assim, em um neosabbatianismo radical, alimentado por uma intelectualidade delirante, especializada em justificar o injustificável”. Como se os traços da heresia de Sabbatai Zevi já não estivessem no próprio sangue do movimento revolucionário desde sempre e como se a marca distintiva do PT não tivesse sido, desde a origem, o culto do pecado redentor assumido até mais explicitamente que o dos outros partidos de esquerda então existentes. Nascido de uma aliança entre os comunistas e a esquerda católica, o PT veio imbuído do projeto gramsciano de subverter a Igreja por dentro, esvaziando-a de seu conteúdo espiritual e fazendo dela o instrumento dócil do que pode haver de mais anticristão no mundo, a revolução comunista. Se isso não é uma forma extrema de heresia messiânica, não sei em que outra classificação possa caber. O discurso untuosamente moralista do PT nunca teve nada de sincero, foi sempre, entre os líderes, uma parasitagem maquiavélica do prestígio da Igreja para fins de propaganda e, na arraia miúda dos militantes, uma forma patológica de auto-engano lisonjeiro. Perto disso, o mensalão é apenas um pecadinho de fim de semana. A corrupção financeira do PT não é senão a exteriorização tardia – e mais vistosa, para a mentalidade dinheirista – da podridão interior sem fim que inspirou a criação do partido-seita.
Olavo de Carvalho

Pedido de Emprego

Um sujeito vai visitar um amigo deputado e aproveita para pedir um emprego para o seu filho que tinha acabado de completar o supletivo do 1º grau.

- Eu tenho uma vaga de assessor, só que o salário não é muito bom.
- Quanto doutor?
- Pouco mais de 10 mil reais!
- Dez Mil!!!!???? Mas é muito dinheiro para o garoto! Ele não vai saber o que fazer com tudo isso não, doutor!!!! Não tem uma vaguinha mais modesta?
- Só se for para trabalhar na Assembléia. Meio período e eles estão pagando só 7 mil!
- Ainda é muito doutor! Isso vai acabar estrangando o menino!
- Bom, então tenho uma de consultor. Estão pagando 5 mil reais por mês, serve?
- Isso tudo é muito ainda, doutor. O Senhor não teria um emprego que pagasse uns mil e quinhentos ou até dois mil reais???
- Ter até tenho, mas aí é só por concurso e é para quem tem curso superior, pós graduação (especialização ou mestrado), bons conhecimentos em informática, domínio da língua portuguesa, inglês ou espanhol fluente e conhecimentos gerais. Além do mais, ele terá que comparecer ao trabalho todos os dias...

Oração

Quem fez, deveria ter assinado! Genial!

Pelo projeto político do deputado Clodovil
Pelo "espetáculo do crescimento" que até hoje ninguém viu
Pelas explicaões sucintas do ministro Gilberto Gil
Senhor, tende piedade de nós!

Pelo jeitinho brejeiro da nossa juíza
Pelo perigo constante quando Lula improvisa
Pelas toneladas de botox da Dona Marisa
Senhor, tende piedade de nós!


Pelo Marcos Valério e o Banco Rural
Pela casa de praia do Sérgio Cabral
Pelo dia em que Lula usará o plural
Senhor, tende piedade de nós!

Pelo nosso Delúbio e Valdomiro Diniz
Pelo "nunca antes nesse país"
Pelo povo brasileiro que acabou pedindo bis
Senhor, tende piedade de nós!

Pela Cicarelli na praia namorando sem vergonha
Pela Dilma Rousseff sempre tão risonha
Pelo Gabeira que jurou que não fuma mais maconha
Senhor, tende piedade de nós!

Pela importante missão do astronauta brasileiro
Pelos tempos que Lorenzetti era só marca de chuveiro
Pelo Freud que "não explica" a origem do dinheiro
Senhor, tende piedade de nós!

Pelo casal Garotinho e sua cria
Pelos pijamas de seda do "nosso guia"
Pela desculpa de que "o presidente não sabia"
Senhor, tende piedade de nós!

Pelo escândalo na compra de ambulâncias da Planam
Pelos aplausos "roubados" do Kofi Annan
Pelo lindo amor do "sapo barbudo" por sua "rã"
Senhor, tende piedade de nós!

Pela Heloisa Helena nua em pêlo
Pela Jandira Feghali e seu cabelo
Pelo charme irresistível do Aldo Rebelo
Senhor, tende piedade de nós!

Pela greve de fome que engordou o Garotinho
Pela Denise Frossard de colar e terninho
Pelas aulas de subtração do professor Luizinho
Senhor, tende piedade de nós!

Pela volta triunfal do "caçador de marajás"
Pelo Duda Mendonça e os paraísos fiscais
Pelo Galvão Bueno que ninguém agüenta mais
Senhor, tende piedade de nós!

Pela eterna farra dos nossos banqueiros
Pela quebra do sigilo do pobre caseiro
Pelo Jader Barbalho que virou "conselheiro"
Senhor, tende piedade de nós!

Pela máfia dos "vampiros" e "sanguessugas"
Pelas malas de dinheiro do Suassuna
Pelo Lula na praia com sua sunga
Senhor, tende piedade de nós!

Pelos "meninos aloprados" envolvidos na lambança
Pelo plenário do Congresso que virou pista de dança
Pelo compadre Okamotto que empresta sem cobrança
Senhor, tende piedade de nós!

Pela família Maluf e suas contas secretas
Pelo dólar na cueca e pela máfia da Loteca
Pela mãe do presidente que nasceu analfabeta
Senhor, tende piedade de nós!

Pela invejável "cultura" da Adriana Galisteu
Pelo "picolé de xuxu" que esquentou e derreteu
Pela infinita bondade do comandante Zé Dirceu
Senhor, tende piedade de nós!

Pela eterna desculpa da "herança maldita"
Pelo "chefe" abusar da birita
Pelo novo penteado da companheira Benedita
Senhor, tende piedade de nós!

Pela refinaria brasileira que hoje é boliviana
Pelo "compañero" Evo Morales que nos deu uma banana
Pela mulher do presidente que virou italiana
Senhor, tende piedade de nós!

Pelo MST e pela volta da Sudene
Pelo filho do prefeito e pelo neto do ACM
Pelo político brasileiro que coloca a mão na "m"
Senhor, tende piedade de nós!

Pelo Ali Babá e sua quadrilha
Pelo Gushiken e sua cartilha
Pelo Zé Sarney e sua filha
Senhor, tende piedade de nós!

Pelas balas perdidas na Linha Amarela
Pela conta bancária do bispo Crivella
Pela cafetina de Brasília e sua clientela
Senhor, tende piedade de nós!

Pelo crescimento do PIB igual do Haití
Pelo Doutor Enéas e pela senhorita Suely
Pela décima plástica da Marta Suplicy
Senhor, tende piedade de nós!

Para que possamos ter muita paciência
Para que o povo perca a inocência
E proteste contra essa indecência
Senhor, dai-nos a paz !!!

segunda-feira, 21 de janeiro de 2008

Colômbia enfrenta 2 vulcões

Apesar de a atividade do vulcão Galeras, que entrou em erupção na quinta-feira a noite, ter se normalizado, a Colômbia continua ainda em estado de alerta.



Enquanto isso, o vulcão Chávez, mais conhecido como "macaquito doido", continua cuspindo fogo contra o presidente da Colômbia, Álvaro Uribe.

A verdadeira imagem do encontro de Lula com Fidel

Hehe, essa saiu no blog La Contra Revolución


Ok, so the President of the land of soccer players, transvestites and ethanol extraordinaire, Brazil, Lula da Silva, is in Havana to offer a Billion Dollars in "credits" to the moribund Dictator.For a Cool Billion I would expect a photo-op with the Adidas Tracksuit wearing leader, but I admit I've been tainted by the quid pro quo ways of the Capitalist consumer society...always expecting something for something and something better for more $omethings. Un "interesado" as it where.While I wait for the regime's official photshop -op, here's mine....



I know it's not great, but it's the thought and the good intentions that count. You see, I'm haven't totally gone over to the Empire's dark side...yet.
...And here's the regime's version:

sábado, 19 de janeiro de 2008

Colombia y Venezuela. Una declaración de guerra

David Narváez
En la declaración hecha por Hugo Chávez ante la asamblea nacional de Venezuela, el pasado 11 de Enero, expresó claramente sus intenciones belicistas, al mismo tiempo que exaltó su relación con las guerrillas colombianas, que antes había negado rotundamente. Esta declaración, maquillada posteriormente con ideas “pacifistas”, es un discurso grotesco. Ni más ni menos, es una declaración de guerra hacia el estado y la sociedad de Colombia. En ella, el mandatario expuso, emocionado, que su propio proyecto político, sus propias fuerzas armadas a las que les ha anexado el mote de “bolivarianas”, respaldarán de manera abierta a organizaciones terroristas que operan en un país vecino. Dijo además que su causa política en el mundo sería en adelante la de otorgarle respetabilidad y derechos a estos grupos delincuenciales. Esta fue la verdadera dimensión de sus palabras. La asamblea lo aplaudió de pie. Así, el “bravo pueblo” de Venezuela decae y sufre bajo la dirección de una clase dirigente asnal y corrupta, que de manera inaudita le abre las puertas a un conflicto internacional de consecuencias imprevisibles.

Texto completo em: La Historia Paralela

Cumbre Judicial del Supremo declara ilegal la Constitución de Morales

LA PAZ
La III Cumbre Judicial de ministros de la Corte Suprema de Justicia y de las cortes de los nueve departamentos del país divulgó un pronunciamiento en el que se señala que la constitución aprobada por el oficialismo en diciembre "es ilegal e ilegítima''.

El pronunciamiento de los jueces, que no tiene efectos jurídicos, sostiene que en el proceso de aprobación del proyecto oficialista se cometieron transgresiones a la constitución vigente, a varias leyes y al reglamento interno de la Asamblea Constituyente.

"Por estas y muchas otras razones el Poder Judicial llegó a la conclusión de que el nuevo texto constitucional es ilegal e ilegitimo", declaró el presidente de la Corte Suprema de Justicia, Héctor Sandoval, tras el encuentro que concluyó el miércoles en la ciudad de Tarija.

En otra reunión, el Colegio de Abogados de Bolivia también expresó su convicción de que la constitución es "ilegal" y que sus miembros no la acatarán.

Fonte: Cuba Libre

O Estado onipotente e as liberdades individuais

por Heitor De Paola

Resumo: É necessário investigar como chegou a se estruturar no Brasil um Estado cujo Governo paira acima da liberdade individual dos cidadãos, com a cumplicidade explícita de todos os partidos e dos grandes banqueiros e empresários. Como a bela arte da política se transformou nesta mixórdia e a classe política nesta choldra?


Confirmou-se o que eu afirmei no último artigo: com tantos assaltos à liberdade individual em franca progressão nefte paíf quais são as queixas dos grandes partidos da “indômita (sic) oposição”, bem como dos ilustres magistrados e do funcionalismo público? O DEM entrou no Supremo com uma queixa contra as ameaças à liberdade e às manifestações artísticas? O PSDB ameaça no Congresso boicotar o SINAMOB, o controle sobre nossas movimentações financeiras, o PL 29 ou as pretensões da ABIN? Não, não e não: todos estão protestando contra o aumento do IOF ou da CSLL ou às perspectivas de terem garfados os aumentos de seus já milionários salários ou suas Emendas ao Orçamento. NO BOLSO NÃO, JOÃO, NO BOLSO NÃO! E já se cogita de uma CPMF com novo nome para dar assunto para as “grandes oposições” continuarem sua “brava” luta e, de comum acordo com o PT, evitar qualquer discussão ideológica. Dou-me por satisfeito pelas minhas previsões terem sido confirmadas e passo a estudar as raízes da onipotência do Estado entre nós.

Texto completo em Midia Sem Mascara

Cariocas querem boicotar IPTU.

Algumas associações de moradores iniciaram um movimento pelo boicote ao pagamento do IPTU.
Não se trata de calote. Sequer os valores do IPTU estão sendo discutidos, apesar de vários aumentos absurdos no carnê deste ano.
O que essas associações desejam é evitar que o prefeito utilize os recursos do IPTU para realizar obras eleitoreiras e, com isso, eleger seu candidato nas eleições de outubro. Por isso mesmo, a proposta dessas associações é só pagar o IPTU no último prazo, isto é, em novembro, quando as eleições já terão ocorrido.
O movimento, que começou discretamente, espalhou-se pela cidade, unindo, pela primeira vez, a Zona Norte à Zona Sul.Até agora, mais de 18 associações já aderiram. Outras estão realizando plebiscitos na rua, para consultar os moradores dos bairros. Hoje, a Federação das Associações de Moradores realiza um encontro em que espera reunir mais de 400 líderes comunitários, para discutir o boicote. E, como no Rio tudo acaba em passeata, haverá uma, no próximo domingo, na orla do Leblon.

O movimento é interessante, porque devolve ao cidadão a prerrogativa de interferir no destino dos impostos pagos por ele. No taxation without representation (Não pagamos mais impostos se não tivermos representação) foi a palavra de ordem, mais de 200 anos atrás, que desencadeou a revolta das colônias americanas contra a tirania da Coroa Britânica. O movimento dos cariocas pode ser o ponto de partida para uma participação maior dos cidadãos na administração de sua cidade. E mais: chama a atenção para a necessidade de prestação de contas do prefeito, com mais freqüência.
Se a moda pega, se outras cidades brasileiras adotarem a ameaça de boicote ao pagamento do IPTU, certamente teremos prefeitos mais atentos às reivindicações dos contribuintes.
Autor: Lucia Hippolito

Tem conta no banco? Para Lula, é sonegador.

A CPMF permitia que a Receita Federal rastreasse as movimentações financeiras de todos os brasileiros. Com o fim do imposto do cheque, o Governo Lula editou a Instrução Normativa (IN) 802/2007, que obriga os bancos a repassar informações dos correntistas que movimentem, por semestre, mais de R$ 5 mil – ou R$ 10 mil, no caso de pessoas jurídicas.
Segundo a CNPL, Confederação Nacional das Profissões Liberais,

“praticamente todos os correntistas brasileiros poderão ser bisbilhotados, numa ação nunca vista na história constitucional deste país, uma vez que a Instrução Normativa não traz consigo qualquer instrumento de contenção da ação”.

Enquanto isso, a Presidência da República faz gastos sem limite nos cartões corporativos e não informa no quê, sob o manto de que são despesas que envolvem a segurança nacional. Quais ameaças justificam saques e mais saques de dinheiro vivo, na boca do caixa? Qual o problema de licitar, contratar, gastar o dinheiro público com transparência?

A CNPL entrou com uma ADIN pedindo a suspensão liminar da instrução, até julgamento da ação, alegando que a Constituição firmou a inviolabilidade dos dados como um dos direitos fundamentais do cidadão. Com a norma da Receita Federal, a medida de caráter excepcional – a quebra do sigilo – seria transformada em um “mecanismo de devassa generalizada da esfera de intimidade das pessoas, o que daria, ao Estado, o poder absoluto de vasculhar, sem quaisquer limitações, registros sigilosos alheios”. O STF acatou.
Autor: Coturno Noturno

FARC Carioca

Governo do Crime?
Os margiranhas do complexo do Alemão, no Rio de Janeiro, deram mais uma prova de quem manda de verdade no local. Basta dar uma olhada na reportagem de Mônica Pugga, que estranhamente teve pouca repercussão, porque saiu no Jornal do SBT de terça-feira passada.
A entrevista com os bandidos e a declaração deles beiram o surrealismo:

Autor: Alerta Total de Jorge Serrão

quarta-feira, 16 de janeiro de 2008

Lula falou, tá falado ! Eu acredito !!!

No final de dezembro Lula prometeu que não aumentaria impostos e nem iria tentar criar uma nova CPMF e já na primeira semana de janeiro, aumentou as alíquotas de IOF e CSLL. Na tentativa de justificar o descumprimento da promessa, se autodenominou como "metamorfose ambulante" e, DESCARADAMENTE, via Ministro da Fazenda, disse que
"a promessa se referia a 2007".

Ontem em Cuba, após o encontro com el comandante, Lula declarou:
" a saúde de Fidel Castro está impecável ! "


Lula após o encontro com Fidel Castro.

E agora? Será que o Fidel vai ser enterrado ou cremado?

E Lula finalmente, quebra o silêncio e fala sobre as FARC:
"fazer com que pessoas inocentes paguem o preço da disputa política não é admissível para qualquer ser humano do mundo. É abominável essa história de seqüestros"

Metamorfose Ambulante ?

Na semana passada, antes de montar o circo para o "resgate dos reféns", o protótipo de ditador Hugo Chávez, discursou pedindo ao mundo que retire o rótulo de terroristas das FARC:

"Por isso dizemos que as FARC e o ELN não são forças terroristas senão verdadeiros exércitos que ocupam espaços na Colômbia e é preciso dar-lhes reconhecimentos como forças insurgentes que têm um projeto político, bolivariano, que aqui é respeitado. (...) Eu solicito aos governos do continente e da Europa que retirem as FARC e o ELN da lista de grupos terroristas do mundo, porque isso tem uma só causa: a pressão dos Estados Unidos”

Em seguida, como retribuição ao discurso de Chávez, as FARC, que já assassinaram cerca de 1.200 pessoas, assaltaram e roubaram um grupo de 19 turistas, fazendo mais 6 novos reféns.

Diante desses dois discursos distintos e conflitantes, de Lula e de Chávez, poderíamos concluir qual das alternativas abaixo:

A- Lula é de fato diferente de Chávez, como a maioria pensa, e o PT não tem nada a ver com as Farc.
B- Lula é de fato uma "metamorfose ambulante".
C- Lula é de fato um "mentiroso ambulante".

Informações para pensar antes de decidir:

7 de dezembro de 2001: O Foro de São Paulo, coordenação do movimento comunista latino-americano, sob a presidência do sr. Luís Inácio Lula da Silva, lança um manifesto de apoio incondicional às Farc, no qual classifica como “terrorismo de Estado” as ações militares do governo colombiano contra essa organização.

1 de março de 2003: O governo petista estende oficialmente seu manto de proteção sobre as Farc, recusando-se a classificá-las como organização terrorista conforme solicitava o presidente da Colômbia, Álvaro Uribe.

24 de agosto de 2003: O comandante das Farc, Raul Reyes, informa que o principal contato da narcoguerrilha no Brasil é o PT e, dentro dele, Lula, Frei Betto e Emir Sader.

15 de março de 2005: Estoura o escândalo dos cinco milhões de dólares das Farc que um agente dessa organização, o falso padre Olivério Medina, afirma ter trazido para a campanha eleitoral do sr. Luís Inácio Lula da Silva. O assunto é investigado superficialmente e logo desaparece do noticiário.

18 de julho de 2006: o Supremo Tribunal Federal, sob a pressão de um vasto movimento político orquestrado pelo PT, concede asilo político ao falso padre Olivério Medina, agente das Farc.

12 de fevereiro de 2007: as Farc fazem os maiores elogios ao PT por ter salvo da extinção o movimento comunista latino-americano por meio da fundação do Foro de São Paulo.


Já decidi, eu escolho a alternativa C !!! E você ?

UM MILHÃO DE VOZES CONTRA AS FARC




"No es el dolor físico el que me detiene, ni las cadenas en mi cuello lo que me atormenta, sino la agonía mental, la maldad del malo y la indiferencia del bueno" Coronel Luis Mendieta, secuestrado hace 9 años

UM MILHÃO DE VOZES CONTRA AS FARC

Necessitamos fazer escutar nossa voz. Não calemos mais, que tudo o mundo nos escute; que cada guerrilheiro y guerrilheira nos escute: Repudiamos as FARC - EP (Forças Armadas Revolucionarias da Colômbia - Exército do Povo).NÃO queremos mais luta armada.
As FARC uma vez mais nos enganaram se negando a entregar aos seqüestrados que tem no seu poder, e se valendo de toda classe de enganos e evasivas.
O seqüestro é o pior dos atentados contra a dignidade humana que se possam cometer, e as FARC tem mantido privadas da liberdade a mais de 3000 pessoas durante muitos anos, em quanto se dedicam a delinqüir e a aumentar seu negocio do narcotráfico e terrorismo, trazendo pobreza y miséria a nossa pátria, que ha sofrido por mais de 40 anos esta praga e esta tragédia humanitária.
Colômbia, Colombianos, e amigos em todo o mundo, gritemos unidos:
NÃO MAIS!
NÃO MAIS SEQÜESTROS!
NÃO MAIS MENTIRAS!
NÃO MAS MORTES!
NÃO MAS FARC!
Logremos unir um milhão de vozes em este grupo, para que juntos podamos fazer a diferencia, e lhe fazer saber ao mundo intero que em Colômbia no necessitamos nenhum exército do povo, que as FARC são um grupo terrorista, assassino, inimigo do povo e do mundo.
Esta é uma causa alheia de toda cor política. É uma causa humanitária e de simples sentido de solidariedade por nossa querida pátria.
Une-te. Vamos nos fazer sentir. Que nossa voz seja escutada.
Um milhão de vozes unidas contra as FARC.

Espião cubano testemunha encontro Lula-Fidel.



Sérgio Cervantes, o operador de Fidel sempre está presente. Seja com Lula e José Dirceu, num abraço companheiro. Seja com Hugo Chávez, na fundação da Petrocaribe. Seja com Lula e sem José Dirceu em nova visita à Cuba.
Lá estava ele, novamente, Sérgio Cervantes, o homem dos milhões de dólares acomodados em caixas de rum. O homem da espionagem de Cuba na América Latina. O ministro sem pasta, mas com carteira muito bem fornida com os dólares que Fidel mantém no exterior. Ele sempre está presente quando o assunto é Brasil e América Latina. Para lembrar quem é Cervantes, leia aqui a reportagem da Veja.

Relaxa e Goza! - O Retorno

"A febre amarela existe no Brasil desde a época do Descobrimento. Neste ano, registramos três casos. Então, temos de acabar com essa epidemia da fofoca."
Marta Suplicy
Por que no te callas?

terça-feira, 15 de janeiro de 2008

Nova invasão do MST

Após uma sequência de invasões desde 2004, em nov/2007 o MST sofreu sua última derrota em decisões judiciais quanto a desapropriação da Fazenda Coqueiros em Coqueiros do Sul - RS, a 300 quilômetros de Porto Alegre, causando a debandada dos cerca de 3 mil integrantes do assentamento.
Porém, na madrugada de ontem (14/jan), cerca de 1,5 mil pessoas participaram de uma nova ocupação. O MST exige a desapropriação de 7 mil hectares e o assentamento de mil famílias.
O Sindicato Rural de Carazinho fez uma apresentação em Power Point que está disponível no "Farol da Democracia" , que recomendo assistir, denunciando o "modus operandi" e o criminoso estrago que foi feito na Fazenda Coqueiros até o final do ano passado, com apoio de recursos públicos.

segunda-feira, 14 de janeiro de 2008

Por que no te callas? - O Retorno!

Trecho das declarações do macaquito Chávez, ontem, durante o Congresso de fundação do Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV):

"Se nos batem, batem na Bolívia, batem até no Brasil, apesar do seu tamanho (...) O golpe de Estado contra mim tinha como objetivo afetar a candidatura do Lula, para ativar o efeito dominó contra-revolucionário na América Latina (...) mas não conseguiram"

Por que no te callas?

Fórum Social Mundial 2008


Fórum Social Mundial 2008
Com a "bandeira" *OUTRO MUNDO É POSSÍVEL* O Foro Social Mundial (FSM), fundado em Porto Alegre em 2001 e braço do Foro de São Paulo, se realizará no México de 19 a 26 de janeiro. O último dia culminará com um movimento global denominado "Dia de Mobilização e Ação Global". Desde o inicio do ano o movimento já com o apoio de, dentre outros, ABONG - Associação Brasileira de ONGs, CBJP - Comissão Brasileira de Justiça e Paz, IBASE – Instituto Brasileiro de Análises Sociais e Econômicas, MST – Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra e Via Campesina.
As orientações e recomendações para as entidades que desejarem envolver-se no combate a globalização capitalista pelo neoliberalismo, incluem atividades de demonstrações públicas como marchas, paradas e ocupações.
É o progresso... agora o Brasil já está exportando até ideologias!
Hoje, uma semana antes do evento, o Lula foi para Cuba encontrar-se com o comandante.
Coincidência?

E o leitinho das crianças?


Mídia Sem Máscara

domingo, 13 de janeiro de 2008

DEM, PSDB, PPS: por que o silêncio?

O discurso das FARC é o mesmo daquele partidinho mensaleiro e dos marxistas de todos as matizes: repetir uma mentira até que a militância mononeurônica assuma como um mantra ou que a opinião pública passe a considerar a versão como a verdade dos fatos.
Afirma a narcoguerrilha que Emmanuel "foi seqüestrado pelo Presidente Uribe", que por isso ele não foi entregue. Isto é uma calúnia inominável, que demonstra o caráter desumano e bestial deste grupo terrorista. Emmanuel foi arrancado tanto do ventre quanto dos braços da sua mãe, Clara Rojas, que nunca mais teve notícias dele, segundo suas próprias declarações. Foi entregue a alguém sob ameaça de morte, para que mantivesse a criança sob sua guarda. A criança, tendo em vista o estado lastimável em que as FARC o entregou, foi parar num hospital do governo colombiano e, a partir daí, os terroristas perderam o contato. Esta é a verdade. (ver Graça Salgueiro em Mídia sem Máscara)
É de pasmar que partidos como o DEM, o PSDB, o PPS, ainda não tenham manifestado em notas oficiais o estado de indignação que toma conta de boa parte da sociedade brasileira, com as nefastas declarações de Hugo Chávez e com a leniência do Governo brasileiro. Este porta-voz da guerrilha não pode entrar no Mercosul e o Brasil deve mudar a sua postura cordata com o protoditador. Esta guerrilha tem que ser, de uma vez por todas, qualificada como terrorista e assassina pelo Brasil. Com a palavra os partidos políticos que prezam pela democracia. Até quando vão ficar em silêncio?

Autor: Coturno Noturno

Me embala que eu gosto!

Alerta Total - Por Jorge Serrão







A Polícia Federal está proibida de executar ações de prisão de políticos em cargos importantes. A medida v ale para deputados, senadores ou para eventuais ministros. Ou para “elementos” ligados a estas importantes figuras da República Sindicalista Petista. A ordem, evidentemente, não foi dada por escrito – o que seria uma temeridade.
A determinação vem direta, verbal, confidencial e sigilosa, do gabinete do ministro Tarso Genro. O Chefão Lula – ou algum dos gênios que o auxiliam e decidem em nome dele – encontraram um modo silencioso de abafar eventuais escândalos prestes a estourar. Mas a “censura” já é comentada, em boquinha de siri, por agentes da Polícia Federal indignados.O desgoverno pode negar a informação à vontade. Trata-se do crime administrativamente perfeito. A porcaria dessa ordem interna não vem por decreto, muito menos por portaria. Só os delegados que receberam tal determinação absurda podem falar sobre o assunto. Mas nenhum deles – em bom senso de se preservar no cargo em confiança – cometerá tal incontinência verbal de confirmar que o Palácio do Planalto não quer ver seus políticos aliados ou parceiros presos por alguma operação batizada pela inspiração protestante da cúpula da PF. Afinal, manda quem pode e obedece quem não tem juízo de que pode estar servindo, com sua subserviência, ao esquema do Governo do Crime Organizado.A ordem de não prender os “aliados” tem razão de ser na “lógica” do desgoverno. O sistema de informações – não se sabe se a Agência Brasileira de Inteligência ou do esquema de “intirigença” que serve ao PT, identificou que o presidente Lula e figuras próximas a ele seriam alvos de “ataques desleais” nos próximos dias. O poder do escândalo poderia culminar com algum “pedido de prisão” de pessoa muito importante. O Palácio do Planalto identificou uma certa má vontade repentina do Judiciário contra o (des)governo. Um susto – e um exemplo disso – foi a velocidade com que a presidenta do Supremo Tribunal Federal, Elen Gracie Northfleet, deu um ultimato ao presidente Lula para justificar os aumentos do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF).O grande problema é identificar, exatamente, de onde viriam os tiros que acertariam em cheio o presidente Lula e seus “parceiros” mais próximos. Alguns petistas até especularam o “terrorismo” seria uma forma de pressão da base aliada – mais especificamente um “fogo amigo” vindo de peemedebistas poderosos – que desejam velocidade na distribuição de cargos importantes e menos voracidade da equipe econômica nos cortes orçamentários que venham afetar as paroquiais emendas parlamentares. Por isso, agindo preventivamente, surgiu a tal “ordem” (que será negada até à morte) para que a PF não prenda gente importante de maneira espalhafatosa. E, se for obrigada a fazê-lo por uma “ordem judicial superior”, que o faça depois de avisar, devidamente, aos superiores do Ministério da Justiça e do Palácio do Planalto.De onde vem o tiro que pode acertar o desgoverno Lula da Silva? Eis o grande mistério. O certo é que tal disparo jamais viria da linda mocinha da foto acima. A bela narcoguerrilheira das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia jamais agiria contra o nosso desgoverno. Afinal, os companheiros das Farc (agora especialistas também em FARCTÓIDES, se não bastasse o terrorismo bem executado há décadas) são membros do Foro de São Paulo – o balaio de gatos que mistura a esquerda do Continente com grupos de revolucionários que se sustentam com o dinheiro do narcotráfico.
Só para lembrar, o presidente de honra do Partido do Crime, excelentíssimo senhor Fernandinho Beira Mar, tem negócios com a cúpula das Farc. O esquema do traficante troca com os colombianos drogas por insumos (principalmente peças de veículos roubadas). Ou seja, as Farc contribuem, diretamente, para a violência nos grandes centros urbanos brasileiros. E agora tem os idiotas querendo acabar com a violência lançando uma grande campanha (ilegal e inconstitucional) para proibir o carona nas motos. Pior que essa só o marido traído que bota a culpa no sofá para resolver o adultério.Mas tem coisa muito pior que tal insensatez e desvio de foco. O mais grave é nossa mídia amestrada que reproduz tamanhas imbecilidades sem questionamentos profundos. Essa mesma mídia de merda anda falando da “operação humanitária” das Farc para libertar reféns, em troca de guerrilheiros presos. E na terça-feira que vem Lula quer se encontrar com o grande comandante do Foro de São Paulo, em mais um passeio que fará a Havana. O cenário deve ser devidamente armado para que nosso chefão possa visitar Fidel Castro, que parece estar mais para lá do que para cá, mas que já se encontra devidamente embalsamado, para a eternidade, pelo marketing socialista da Ilha Perdida em ilusões socialistas.Mas a beldade da foto tem alguma coisa com isso? Claro que tem. É mais uma agente consciente na insana luta armada para se implantar o socialismo na América do Sul. O que se pode esperar de um regime ligado diretamente a criminosos e que usa e abusa do terror (e agora da marketagem) como forma de luta? A mocinha fardada de selva é um perfeito símbolo de como a inversão de valores assassina a democracia.

Autor: Jorge Serrão