quarta-feira, 20 de fevereiro de 2008

O CÃO LARGOU O OSSO.


"(...)Comunico a meus queridos compatriotas, que, para minha honra, me elegeram há uns dias membro do Parlamento, em cujo seio deverão ser tomados acordos importantes para o destino de nossa Revolução, que não aspirarei nem aceitarei — repito — não aspirarei nem aceitarei o cargo de presidente do Conselho de Estado e de comandante-em-chefe.(...)Por conseguinte, trairia minha consciência se ocupasse um cargo para o qual se precise de mobilidade e de entrega total, e não tenho condições físicas para isso. Explico-o sem dramatismo."

Com 81 anos, finalmente o coma-andante da ilha-prisão, Fidel Castro, renunciou ao cargo de presidente e comandante das Forças Armadas. No discurso, Fidel afirmou que não retornará à Presidência do país e que seu irmão Raúl Castro será o novo presidente.

Com a renúncia de Fidel, a "imparcial" mídia Brasileira, considera que com Raúl Castro comandando Cuba, seja possível uma lenta transição para um regime democrático e desperta esperanças de mudanças econômicas e melhorias nas condições de vida dos cubanos.

Quem for besta que acredite!


Raul Castro vendando os olhos de um prisioneiro antes da execução (1959)

Desde 1º de janeiro de 1959, quando o ditador Fidel encabeçou a Revolução Cubana e tomou o poder, os Cubanos esperam pelo cumprimento da promessa revolucionária de convocação de eleições gerais em Cuba. São quase 50 anos de espera e de lá pra cá, o resultado é de cerca 200 mil mortos e de 2 milhões de exilados, auto-exilados e desaparecidos. Só nos primeiros anos, cerca de 10 mil foram fuzilados no "paredon".

É essa democracia assassina e sanguinária que é aplaudida e sonhada pelos lulopetistas.

Quer saber? Fidel já foi tarde demais! E que vá de vez!

.

2 comentários:

Anônimo disse...

Fica a pergunta, de quanto é mesmo a FORTUNA pessoal de Fidel Castro?
E onde mesmo é mesmo que ele deposita esta grana?
Ah nao posso me esquecer, e como é mesmo que ele adquiriu esta FORTUNA?
Se ele sucunbir, quem é que sao os beneficiarios dos despójos do falecido?

Se quiser acrecentar mais alguma pergunta que nao me lembro no momento, fique a vontade.

O BERRO da formiga disse...

Enquanto Cuba não pára de empobrecer desde 1959, a revista "Forbes", que publica as listas das personalidades mais ricas do mundo, incluiu o ditador, com uma fortuna de US$ 550 milhões, em 6.lugar entre políticos e chefes de Estado. Estão à frente de Fidel em fortuna apenas o rei Fahd Bin Abdul Aziz Alsaud, da Arábia Saudita, com US$ 22 bilhões; o sultão Haji Hassanal Bolkiah, de Brunei, com US$ 20 bilhões; o príncipe Hans-Adam, de Liechtenstein, com US$ 3,2 bilhões; o primeiro-ministro da Tailândia, Thaksin Shinawatra, com US$ 1,9 bilhão; e a rainha Elizabeth 2ª, com US$ 720 milhões.

Pra quem vai ficar? Para Raul & cia !!

A menos, que se concretize o que passou sem querer pela cabeça de Lula: que os Cubanos de Miami voltem para Cuba e a transformem numa democracia. Aí, quem sabe, consigam recuperar a grana roubada.